TikTok processa governo Trump por banir app nos EUA

O TikTok entrou com um processo contra o governo dos Estados Unidos, em resposta à ordem executiva assinada pelo presidente Donald Trump, que pretende banir o app chinês do país.

A rede social de vídeos curtos já havia anunciado que iria recorrer à decisão após o ultimato dos EUA, e alega que não há evidências sobre as ameaças que o app supostamente traria à segurança nacional.

Em uma publicação, o TikTok afirma ter direcionado esforços para tratar as preocupações de segurança do presidente norte-americano – um deles seria o armazenamento de dados de usuários em servidores nos Estados Unidos e Singapura, em vez da China; e outra foi a criação de uma barreira para separar essas informações das demais referentes a outros produtos operados pela ByteDance, empresa chinesa que é a controladora da rede social, mas as ações teriam sido ignorados por Trump.

Outro argumento contra as acusações do presidente dos Estados Unidos tem base na alegação de que as ações da rede social já eram conhecidas pelo governo norte-americano, já que teriam passado, em 2017, pela revisão do Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos, quando o Musical.ly foi comprada pela ByteDance (e transformada no TikTok).

Imagem: Reprodução

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: