Rio de Janeiro entra na fase 5 de flexibilização

Fase 5 da flexibilização no Rio de Janeiro libera vendedores ambulantes nas praias

A cidade do Rio de Janeiro iniciou o mês de agosto com o aumento da flexibilização proposto pelo Plano de Retomada da Cidade do Rio de Janeiro em Função dos Impactos da Pandemia da Covid-19.

O plano integrado por 6 fases de retomada gradual das atividades urbanas e econômicas é acompanhado por um Comitê Permanente de Gestão e Execução do Plano de Retorno e as medidas tomam a velocidade da curva de contágio, a ocupação de leitos nos hospitais e a queda no número de óbitos como indicadores.

Com restrições especificas, seguem funcionando o comércio, bares, restaurantes, academias, turismo, salões de beleza, tatuadores, estéticas, ambientes abertos, saúde, cultura, esporte e lazer. Ambulantes, serviços e construção permanecem atuando em regime de normalidade das atividades.

Nessa nova fase fica facultativa a reabertura das escolas particulares. Embora o setor de turismo permaneça aberto desde o início da pandemia, os pontos turísticos da cidade do Rio do Janeiro mantinham suas atividades suspensas a fim de evitar as aglomerações urbanas.

Entretanto, desde o dia 09 de julho os pontos turísticos da cidade voltaram a funcionar com 1/3 da capacidade, agora 50%, e distanciamento que varia de 6 a 4 m² por pessoa, exceto o Pão de Açúcar, o Corcovado, o Aquário e o RioStsar que têm previsão de reabertura ao público na primeira quinzena do corrente mês de agosto.

Imagem: Agência Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: